Em terra
Reserve Já

Os trilhos – A Graciosa dispõe de três trilhos oficiais, que foram recentemente unidos, proporcionando a Grande Rota da Graciosa, que percorre grande parte da ilha através de um percurso circular que alterna as paisagens da orla costeira, com destaque para os diversos ilhéus, com as paisagens vulcânicas do interior da ilha, numa extensão total de aproximadamente 40 km.

Este percurso encontra-se dividido em duas etapas de aproximadamente 20 km cada. A primeira etapa, que faz a ligação entre a zona da Barra (Santa Cruz da Graciosa) e a freguesia da Luz, permite a contemplação das zonas costeiras Este e Sul da ilha, apresentando-se mais suave na zona da Praia e com arribas mais altas e escarpadas na Ponta da Restinga, com destaque para as Reservas Naturais dos Ilhéus da Praia e de Baixo. Também nesta etapa é possível apreciar a paisagem vulcânica mais emblemática da ilha – a Caldeira, havendo a oportunidade de visitar, no seu interior, a Furna do Enxofre, uma importante cavidade vulcânica com cerca de 40 m de altura e 194 m de comprimento, que possui uma lagoa no seu interior.

A segunda etapa, que liga a freguesia da Luz ao ponto inicial da Barra apresenta como destaques a Caldeirinha de Pêro Botelho, um algar vulcânico com 25 m de profundidade existente na Serra Branca que constitui um verdadeiro miradouro natural sobre grande parte da ilha, o vale entre o Maciço Central e o Maciço da Caldeira e as relheiras de antigos carros de bois na zona das Fontes.

Mais informação: http://trilhos.visitazores.com/pt-pt/ilhas/graciosa

 

O BIRDWATCH Os Açores são conhecido internacionalmente como destino para a observação de determinados grupos de espécies de aves. Devido à sua posição central no Oceano Atlântico, é possível observar várias espécies migratórias que ocorrem ocasionalmente nos Açores por desvios migratórios provocados principalmente por intempéries. É possível ainda observar aves marinhas que nidificam nos Açores e espécies e subespécies endémicas.

Em todas as ilhas se pode praticar observação de aves, sendo de destacar a ilha de São Miguel e ilha Graciosa para a observação das espécies endémicas, para a ilha Terceira para a observação de gaivotas e limícolas de origem Neártica e Paleártica, e as ilhas das Flores e Corvo, para a observação de passeriformes americanos, para além das outras espécies já referidas.

Mais informação: http://www.visitazores.com/pt-pt/experience-the-azores/birdwatching

 

Mais atividades em terra que podemos sugerir, destacam-se a estrada que circunda a Caldeira, que pode ser percorrida de bicicleta, BTT, carro ou cavalo… e em alguns sítios, até de burro anão da Graciosa! Seja qual for o meio utilizado, há a garantia de paisagens deslumbrantes, quer para as falésias costeiras, quer do casario branco, submerso no meio de campos verdes.

Se for amante do Geocaching, ainda pode descobrir umas “caches” escondidas pela ilha.

Faça sol ou faça chuva na fabulosa ilha Graciosa, não há desculpa para ficar no sofá… certo?
Viva!


GRACEFULNEWS
Preencha o formulário para receber as nossas campanhas